Quinta-feira, 8 de Maio de 2008

continuar

Dancei ao som da música da vida;

cantei os cantos de todos os mestres;

amores desamores ciúmes e traição;

rendi-me a mulheres e aos seus encantos;

procurei os meus sonhos; voei no infinito;

entreguei-me de corpo alma e sonhei;

nem sempre ganhei muitas vezes perdi;

acreditei em mim e nos meus desejos;

mergulhei como quem mergulha na fúria do mar;

sem saber nadar eu tentei voar;

rendi-me ao encanto da lua e das estrelas;

rendi-me ao encanto de várias mulheres;

naufraguei nos sonhos num mar de ilusões;

fui atormentado por solidões;

existe amanhã e outras mulher;

outra turbulência outra emoção;

eu volto a chorar eu volto a dançar;

e volto a cantar todos os poetas;

a esperança é sempre maior que a ilusão;

o destino tem asas que me faz voar;  

voar sem medo de me magoar;

mergulhar no infinito de outras emoções;

o limite dos sonhos é poder voar

desobedecendo a razão eu quero amar

 



tags:
publicado por semifrio às 21:03
link do post | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

.Maio 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. sexo

. desejo

. dúvidas

. tchim, tchim

. tempo esgotado

. quero-te

. tu

. loucos

. corpo

. poder

.arquivos

. Maio 2009

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Setembro 2007

. Junho 2006

. Março 2006

. Setembro 2005

.tags

. todas as tags

Desenvolvimento de sites
Desenvolvimento de sites
blogs SAPO

.subscrever feeds